O que é cerveja?

Cerveja

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Quem não gosta de tomar uma boa cerveja numa mesa rodeada de amigos?! Mas você sabe o que é cerveja? Há quanto tempo ela existe? Atualmente está um pouco mais difícil de escolher qual tomar, não é? Com tantos estilos e tipos de cervejas, gondolas lotadas, qual delas escolher?

Mas e aí, o que é cerveja?

Por definição: cerveja é uma bebida alcoólica obtida por meio da fermentação do malte de cevada, ou de outros cereais, e aromatizada com flores de lúpulo.

Há quanto tempo a cerveja existe?

A cerveja é uma das bebidas mais antigas do mundo
A cerveja é uma das bebidas mais antigas do mundo

Há evidências de que cerveja feita de cevada maltada já era fabricada na Mesopotâmia, onde a cevada cresce em estado selvagem, em 6000 a.C. A mais antiga lei que regulamenta a produção e a venda de cerveja é o Código de Hamurabi, que data de 1 760 a.C., nela se condena à morte quem não respeita os critérios de produção de cerveja indicados. Obviamente naquela época, o processo de fabricação não se tinha o conhecimento microbiológico que temos hoje, logo a cerveja carregava junto uma aura mágica dos Deuses. Durante a Idade Média o lúpulo passou a ser um dos ingredientes da cerveja. Antes era comum adição de outras raízes e ervas. A atual cerveja tem sua história relativamente nova, ela surgiu junto com a Revolução Industrial por volta do ano de 1760.

Outra lei de bastante sucesso é a LEI DA PUREZA ALEMÃ DE 1516 (REINHEITSGEBOT). Esta lei, promulgada em 23 de abril de 1516 pelo Duque Wilhelm IV (Guilherme IV) da Baviera, ela regulamentava que a cerveja poderia conter somente três ingredientes: malte, lúpulo e água. Considerada como uma das mais antigas regulamentações de defesa do consumidor, ela protegia os compradores de que a cerveja comprada não teria nenhum outro aditivo.

“Rein” significa limpo ou puro; “-heit” significa “-eza”; então “Reinheit” seria “limpeza” ou “pureza”; “Gebot” significa “Mandamento” ou “Lei”.

A ideia da lei era garantir a qualidade do produto que estava sendo entregue, além de que grãos mais valiosos e que estavam em falta naquele tempo, como o trigo e o centeio, deixassem de ser utilizados na fabricação do pão para serem utilizados na cerveja.

​Mas ainda é a mesma cerveja?

Não! A cerveja evoluiu muito com o tempo e agora a tecnologia implantada é muito maior. Ela continua com a lei de pureza alemã de se utilizar somente: água, malte e lúpulo. Os vários tipos de cerveja encontrados no comércio são decorrentes de diversas escolas, estilos e tipos de fazer uma boa cerveja. Assunto para ser escrito mais adiante.

Qual a diferença de tipos/estilos?

Os tipos de cerveja querem dizer a família que pertencem e também um pouco sobre o seu processo de fabricação. Existem duas principais famílias de cervejas, que diferem basicamente na maneira como são fermentadas: ale e larger (pronuncia-se êiou e lárguer ). Uma terceira família, chamada da lambic, também começa a ganhar destaque.

E o que é CERVEJA ARTESANAL?

As cervejas artesanais são as mais puras em sua grande maioria
As cervejas artesanais são as mais puras em sua grande maioria

O termo “cerveja artesanal” surgiu como um conceito para diferenciar das cervejas das grandes indústrias, acreditamos que o mais correto seria chamar de CERVEJAS ESPECIAIS. São cervejas que estão cada vez mais ganhando espaço no mercado e com o consumidor. Pessoas que estão abertas a novas experiências gustativas são as que mais se apaixonam por essas cervejas. Termos como Ale, Lager, IPA, APA, Stout estão cada vez mais presentes nos cardápios de bares e restaurantes.

As cervejas especiais procuram sempre seguir processos de produções mais cuidadosos do que as grandes cervejarias, além claro de produzir em menor escala. O mestre cervejeiro acompanha cada processo do início ao fim para que a sua cerveja saia cada vez melhor. O processo de produção de uma cerveja especial normalmente demora muito mais do que as de grande escala.

Quando alguém falar em Cerveja Artesanal ou Cervejas Especial, associe em cervejas bem produzidas, bem cuidada, de menor volume, o que leva a uma cerveja com sabores e aromas incríveis. Não existem regras para degustar essas cervejas, o importante é achar a que mais satisfaz seu paladar.

Prosit e seja bem-vindo ao blog da Cervejaria Providência!

O que você está procurando?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

O que você está procurando?

Siga nossas redes sociais

Categorias

Categorias

Nuvem de tags

Últimas publicações

Posts recentes

Receba sempre em primeira mão

Cadastre-se em nossa newsletter e receba sempre em primeira mão as novidades do Olinda Hotel.